Turismo, agricultura e novos vetores de desenvolvimento econômico para Porciúncula

Independente de qualquer diagnóstico prévio, é possível notar que a vocação econômica de Porciúncula está relacionada profundamente com a agricultura e o turismo.

Isso não quer dizer que o município estaria de portas fechadas para outros vetores de desenvolvimento econômico. Há muitas tendências que independem das características ambientais e climáticas, como ocorre com a agricultura e com o turismo.

A economia criativa é uma tendência que pode ser reproduzida nas cidades pequenas, como é o caso da nossa Porciúncula. Capital humano nós temos. Há muitos porciunculenses capacitados, qualificados e criativos que poderão abrir novos campos para fomentar a geração de emprego e renda.

O desenvolvimento da economia local não acontece da noite para o dia. É consequência de diversos fatores como investimentos em infraestrutura, logística, tecnologia, comunicação e educação. Além disso, a situação fiscal do município e a legislação municipal devem ser observadas.

No caso de Porciúncula, o problema com as inundações é um revés,  tendo em vista que parcela significativa da malha urbana infraestruturada é atingida, o que influencia no tipo de arquitetura que deverá ser produzida no caso de empresas de médio e grande porte, aumentando os custos. Para fugir do problema, além de intervenções como obras de micro e macrodrenagem, seria necessário expandir a malha urbana para áreas não afetadas, o que requer um planejamento de longo prazo, com estudos diversos de impactos e investimentos em infraestrutura como redes de energia, água, esgoto, comunicação e pavimentação.

Em relação a agricultura, a vocação é histórica pois o município além de ser grande produtor de café e leite, tem uma diversidade climática que permite o cultivo de diferentes culturas agrícolas.

Sobre o turismo, comento brevemente que no passado dois eventos importantes abriram as portas de Porciúncula para o Mundo. O primeiro foi o Voo Livre, que deu a Porciúncula uma visibilidade incrível no campo do turismo de aventura. O segundo grande evento foi a realização da Exposição Agropecuária e Industrial, a maior festa do nosso calendário, a que mobiliza o maior número de pessoas, confirmando a competência que temos para acolher turistas  e promover grandes eventos.

Há perspectivas boas para o futuro e acredito ser possível conseguir resultados diferentes desses que já conhecemos.

Porciúncula tem potencial para mais, falta planejamento e vontade política. Nada que venha da noite para o dia, mas é preciso começar a priorizar o que realmente fará com que a população seja beneficiada diretamente e nada melhor do que novos empregos e oportunidades para melhorar a vida do cidadão, deixando-o mais independente.

Eu acredito nisso!

 

IMG_4033

 

 

Visita à convenção do PSDB de Porciúncula

Sábado, dia 15, estive na Câmara Municipal de Porciúncula, a convite do Vereador Fernando Miranda, para visitar a convenção municipal do PSDB. Fui acompanhado do amigo Natalino de Souza. Lá, tivemos a oportunidade de conversar com o ex-vereador Ronaldo Felicíssimo de Carvalho, Cerezo e com a ex-vereadora Maria do Carmo Penã.

O Vereador Fernando Miranda será o novo presidente do PSDB local.

Conversamos sobre muitos temas, principalmente sobre a situação do Estado do Rio de Janeiro e do município.

 

Jornalismo de qualidade na Região Noroeste Fluminense

Quero deixar registrado o meu reconhecimento ao jornalista Nino Bellieny, pela forma democrática com que procura construir todas os canais de mídia em que ele trabalha, principalmente em assuntos sobre a política municipal, regional e nacional.

Há dias, o jornalista estreou um novo programa de rádio, na 103 FM de Itaperuna, de 15:00 às 16:00, onde fala sobre política e sociedade. Ganha Itaperuna, ganha o Noroeste Fluminense pela qualidade do trabalho e pela ética deste profissional, que busca a informação sem se deixar influenciar por preferências políticas ou partidárias.

Com o advento da internet em todas as casas, ou melhor dizendo, na palma da mão de todas as classes sociais e idades, as mídias virtuais terão cada vez mais espaço junto à opinião pública, o que amplia muito a responsabilidade dos profissionais que desejam zelar pela qualidade do que publicam.

Desejo que a linha de atuação do jornalista sirva de exemplo, principalmente para os jovens profissionais.

Segue o link do Blog do Nino Bellieny!

Por que nunca muda?

Já observaram que os problemas enfrentados pela população de Porciúncula são sempre os mesmos? E por que será que nada muda?  Até as críticas construtivas ou não são sempre as mesmas independente do governo e do partido do governo.

Entra ano e sai ano e as coisas parecem não avançar, sequer há sinais de tentativas no sentido de querer fazer diferente.

Percebo inclusive uma imensa dificuldade no desenvolvimento de debates sobre temas mais complexos. O debate político não muda de nível, é sempre um marasmo com assuntos superficiais de pouca relevância objetiva.

Sinto também uma omissão por parte da imprensa que explora pouco ou quase nada esse tipo de ambiente, sempre se apegando a assuntos de rotina e não demonstrando interesse em relação aos problemas e soluções que implicam na estrutura da gestão.

Esse acomodamento é perigoso.

Justificar a falta de ação apenas por conta da escassez de recursos não é minimamente razoável, até porque não se nota, por exemplo, nenhum gesto que implique na redução de despesas, o famoso “cortar na própria carne”. Mas é bom que se diga que cortar na própria carne não será resolvido eliminando os cargos de pouca remuneração.  Há muito tempo que o Município necessita de uma reforma administrativa e esse sempre foi um dos pilares do plano de governo que elaborei para as eleições em 2016. O Plano Diretor da Reforma Administrativa, a qual me refiro, pretende rever o número de secretarias e cargos em comissão, considerando a redistribuição de atribuições de diversas pastas, porque em alguns casos, nota-se uma confusão de atribuições, com a sobreposição de funções que poderiam se concentrar em apenas um órgão, por exemplo.

A verdade é que a prefeitura tem secretarias de mais e resultados de menos.

Mudanças não ocorrem da noite para o dia. Nada ocorre imediatamente, como se fosse uma mágica. Eu sei disso perfeitamente, agora, para mudar é preciso começar de alguma forma e de algum lugar.

Tenho certeza que a prefeitura de Porciúncula possui no seu quadro de servidores pessoas talentosas e eficientes, capazes de contribuir com a experiência adquirida de anos de serviço público com essa guinada na administração.

Políticos e cargos políticos vão e vem, agora o servidor público estará lá, sempre, adquirindo conhecimento cada vez mais e mais sobre o funcionamento da máquina administrativa. É preciso considerar isso. Trocar ideias, sugestões, saber ouvir principalmente. Não é demérito algum, pelo contrário, é nobre.

 

Sem mais publicações