Recomendo a leitura do livro Collor Presidente, de autoria de Marco Antonio Villa. Longe de querer transformar o ex-presidente Fernando Affonso Collor de Mello em vítima, o livro retrata, com bastante detalhes, os principais momentos e realizações do governo Collor, sem deixar de fora os escândalos de corrupção.

O mais interessante no livro, e a razão pela qual eu divulgo aqui, é que a obra relembra detalhes da crise que levou Collor a renunciar o mandato, o impeachment de Collor, nunca ocorreu.

Personagens que em 1992 se destacaram com uma atuação em defesa da ética e da moralidade na administração pública, na década seguinte se transformaram em personagens centrais de escândalos de corrupção com danos extremamente superiores aos citados durante o governo Collor.

Há dados interessantes que nos remetem aos protestos pelo impeachment de Dilma Rousseff em 2016. O número de manifestantes que foram às ruas pedir o afastamento de Collor foi muito, mas muito inferior aos milhões que estiveram espalhados por todo o Brasil. Por exemplo, enquanto em São Paulo mais de 2 milhões de brasileiros foram para as ruas pedir o impeachment de Dilma, na época do Collor o número registrado foi de 200 mil, 10% apenas daqueles que desejavam o afastamento de Dilma.

Outro momento interessante do livro é quando ele traz ao leitor a oportunidade de conhecer as realizações do governo Collor, muitas inclusive que permitiram, como lembra o autor, criarem as condições favoráveis para a reforma administrativa do Estado e para a implantação do Plano Real, que estabilizou a economia brasileira e que permitiu aos governos seguintes ampliarem os investimentos do Estado na área social.

Em tempos de crise moral, econômica e política, após o fim de um ciclo de 13 anos, este livro é uma boa dica de leitura para quem gosta de história e política, porque relembra fatos de um tempo em que não havia internet livre e acessível como hoje, que nos permite registrar dia a dia da crise que o Brasil atravessa e seus desdobramentos, contribuindo para uma avaliação mais ampla e plural.

61m747rntcl